Coleta e Tratamento de Esgoto
Tire suas dúvidas sobre esgoto
  • O que é esgoto?
Esgoto é o termo usado para as águas que, após a utilização humana, apresentam as suas características naturais alteradas. Conforme o uso predominante: comercial, industrial ou doméstico essas águas apresentarão características diferentes e são genericamente designadas de esgoto, ou águas servidas.
  • Qual a origem dos esgotos domésticos e/ou comerciais?
O esgoto doméstico e/ou comercial é originado das edificações que dispõem de instalações de banheiros, lavanderias e cozinhas. Ele consiste basicamente da água do banho e das pias, descargas dos vasos sanitários, sabão, detergentes e água de lavagem de roupas.
  • Quem é responsável pelo Sistema de Coleta, Afastamento e Tratamento dos Esgotos em Lagoa da Prata?
Em Lagoa da Prata o SAAE é a empresa responsável pelos serviços de esgotamento sanitário.
  • O que é esgoto (efluente) industrial?
De acordo com a Norma Brasileira — NBR 9800/1987, efluente líquido industrial é o despejo líquido proveniente do estabelecimento industrial, compreendendo emanações de processo industrial, águas de refrigeração poluídas, águas pluviais poluídas e esgoto doméstico. 
  • O que é uma REDE COLETORA? 
Assentada sob a rua, é uma canalização fechada e contínua suficientemente dimensionada para coletar os esgotos dos prédios situados em ambos os lados da via pública.
  • O que é COLETOR PREDIAL?  
É a tubulação que recolhe o esgoto sanitário das diversas partes do imóvel e o conduz até a divisa do terreno onde é feita a ligação predial.
  • O que é LIGAÇÃO PREDIAL? 
É o trecho compreendido entre o limite do terreno do imóvel e a rede pública coletora.
  • COLETOR TRONCO 
É a tubulação de maior diâmetro que tem a finalidade de recolher os esgotos dos diversos coletores a ele convergentes.
  • INTERCEPTOR 
É a canalização do esgoto de grande porte que intercepta o fluxo dos coletores troncos. Geralmente, os interceptores são instalados ao longo das margens dos corpos d’água, evitando os lançamentos pontuais dos coletores troncos diretamente nos córregos que atravessam a área urbana.
  • EMISSÁRIO 
É a canalização que transfere todo o esgoto dos interceptores para a estação de tratamento. O emissário não recebe nenhuma contribuição de esgoto ao longo de seu percurso.
  • ESTAÇÃO DE TRATAMENTO 
São unidades que recebem e processam todo o esgoto da microbacia e se destinam a deixá-lo em condições satisfatórias para ser lançado no corpo d’água receptor, evitando a poluição das águas.
  • POÇO DE VISITA
Trata-se de uma caixa em forma cilíndrica, acessível por uma pessoa e equipamentos, que intercepta a rede coletora. Sua finalidade é permitir a manutenção preventiva e corretiva dos coletores sem necessidade de fazer escavações na via pública. Também são usados em pontos de cruzamento, mudanças de direção e de declividade das redes coletoras. Todos os poços de visita são protegidos por tampões de ferro ou de concreto armado, para evitar a entrada de materiais estranhos.
  • O esgoto pode provocar doenças?
Sim, os esgotos podem transmitir doenças pelos seguintes modos:
  1. Pelo contato direto da pele com o solo contaminado por esgoto; 
  2. Pelo contato direto da pele com a água contaminada por esgoto; 
  3. Pela ingestão de alimentos irrigados com a água contaminada por esgoto; 
  4. Pela ingestão de alimentos contaminados por vetores, especialmente moscas que pousam em águas poluídas e em fezes; 
  5. Pela ingestão de alimentos manuseados sem a devida higiene pessoal.
  • Como evitar doenças transmissíveis pelos esgotos?
Não deixando o esgoto correr a céu aberto, fazendo a ligação nas redes coletoras.
  • Quais as principais doenças relacionadas com os esgotos?
Essas são algumas das principais doenças relacionadas à falta de saneamento: amebíase, ancilostomíase, ascaridíase, cisticercose, cólera, dengue, diarréia, disenterias, elefantíase, esquistossomose, febre amarela, febre paratifóide, febre tifóide, giardíase, hepatite, infecções na pele e nos olhos, leptospirose, malária, poliomielite, teníase e tricuríase.
 
Para reduzir os casos dessas doenças é fundamental que a população tenha acesso a água boa, tratamento correto do esgoto (seja ele doméstico, industrial, hospitalar ou de qualquer outro tipo), destinação e tratamento do lixo, drenagem urbana, instalações sanitárias adequadas e promoção da educação sanitária (que inclui hábitos de higiene), entre outras ações.
  • Por que as redes coletoras de esgoto entopem?
A maior parte do esgoto é constituído por água. Esta água é mais que suficiente para ajudar a levar as partículas sólidas presentes no esgoto pelos encanamentos.

Acontece que muitas vezes jogamos no vaso sanitário o que deveria ir para o cesto de lixo. Absorventes higiênicos, cotonetes, preservativos, fios de cabelo, embalagens de sabonete, creme dental, fraldas descartáveis, frascos de desodorante, bem como outros frascos plásticos vazios, peças de brinquedo etc, aparecem indevidamente nas redes de esgoto. Este acúmulo de lixo pode estrangular a seção do tubo, provocando o entupimento e represamento do esgoto na tubulação, resultando em vazamentos nas ruas ou calçadas, e o pior, podendo voltar para dentro de sua casa.

Por outro lado, a não disponibilidade de caixas de gordura nas pias da cozinha e nas saídas de lava-louças, pode fazer com que essa gordura não retida na casa entre na rede e se acumule nas paredes do tubo, estrangulando a seção de escoamento.

Outra causa de entupimento é a ligação clandestina da água da chuva na rede de esgoto. Além de receber um volume de água (água de chuva) não previsto, são lançados na rede, resíduos provenientes da varrição dos quintais (areia e folhagens) que, enroscados em algum ponto do coletor, irão provocar o entupimento.

LEMBRE-SE 
  1. No banheiro, o vaso sanitário não é lixeira. Tenha sempre ao lado dele um cesto de lixo. 
  2. Nas pias do banheiro e cozinha, mantenha sempre uma peneirinha no ralo de saída. 
  3. Mantenha sempre a caixa de gordura em condições adequadas. 
  4. Não faça ligação de água de chuva na rede de esgoto.
  • O que fazer quando ocorrem entupimentos de esgotos nas ruas?
Ligue imediatamente para o 0800-283-3340, sua reclamação será registrada e encaminhada para a equipe de Manutenção. A equipe do SAAE, seguindo as seqüências das ordens de serviços, irá até o local.
  • Nos postos de gasolina, lava rápidos ou garagens de frota de veículos, onde deve ser lançada a água de lavagem dos veículos?
Nestes locais, as lavagens de veículos devem ser realizadas em locais cobertos, com instalações de caixas de retenção de óleo e areia (barro). A água resultante da lavagem de veículos, obedecendo aos procedimentos acima, deverá ser lançada na rede coletora de esgoto.

ATENÇÃO
Não é permitido o lançamento das águas pluviais nas caixas de retenção de óleo e areia.
  • Por que o esgoto doméstico precisa ser tratado antes do seu lançamento nos rios e córregos?
São 4 os motivos que condicionam a necessidade dos esgotos serem tratados:
  1. Garantir as condições mais naturais possíveis dos rios e córregos receptores, preservando o meio ambiente aquático, inclusive a sobrevivência dos peixes. 
  2. Evitar a propagação de microorganismos patogênicos pelo meio líquido receptor. 
  3. Preservar os volumes de água nos mananciais, mediante a possibilidade de utilização da água dos efluentes tratados, para as atividades urbanas e industriais que não necessitem dos atributos da potabilidade (reuso da água), como por exemplo, rega de jardins públicos, lavagem de ruas, esfriamento de caldeiras e produção de vapor nas indústrias. 
  4. Garantir os demais usos da água, rio abaixo, com economia e segurança por outras comunidades urbanas e rurais (cidades e fazendas).
  • O que é caixa de gordura?
É uma caixa destinada a reter, na sua parte superior, as gorduras, graxas e óleos contidos no esgoto, oriundos das atividades de cozinha.
  • Quais os cuidados que se deve ter com a manutenção das caixas de gordura?
As camadas que se formam em seu interior devem ser removidas periodicamente e descartadas no lixo doméstico (saco plástico), evitando que os componentes provenientes das gorduras, graxas e óleos contidos no esgoto, escoem livremente pela rede, ocasionando obstrução da mesma.
  • O que é caixa de retenção de óleo e areia?
É uma caixa constituída por duas câmaras e um depósito, destinado a reter areia e óleo provenientes da lavagem de veículos nos postos e da lavagem de peças nas oficinas. A areia é retida na primeira câmara, depositando-se no fundo dela, o óleo passa para a segunda câmara e é recolhido no depósito.
O efluente final sai da segunda câmara (sem óleo e areia) e, assim, pode e deve ser conectado à rede pública de coleta de esgoto.
  • Onde devem ser utilizadas as caixas de retenção de óleo e areia?
Devem ser utilizadas em oficinas, postos de abastecimento, lavadores de veículos, etc.
  • Quais os cuidados que se deve ter com a manutenção das caixas de retenção de óleo e areia?
As camadas de areia que se formam em seu interior devem ser removidas periodicamente, evitando o acúmulo excessivo. O óleo e graxas devem ser retidos na câmara de depósito e devem ser esgotados periodicamente.
Como estas caixas devem ser interligadas à rede de esgoto, não é permitido o lançamento de águas pluviais dentro das mesmas.
Todo o descarte de óleo e areia é de responsabilidade do proprietário.
  • Se meu imóvel não tem cota (altura) para ligar o esgoto na rede coletora que passa na frente, o que devo fazer?
Verificar junto ao SAAE se existe rede coletora de esgoto instalada nas proximidades na qual seja possível fazer a ligação passando através de imóveis vizinhos. Se não existir rede coletora ou os vizinhos não autorizarem a passagem para que se efetue a devida ligação, deve-se implantar sistema de recalque (bombeamento) de esgoto. Recomenda-se orientação de profissional habilitado.
  • Se existir fossa no meu imóvel, e passa uma rede coletora de esgoto na frente, tenho que ligar meu esgoto na rede coletora?
Sim. Quando existe rede coletora de esgoto, é obrigatória a ligação e a desativação do sistema de tratamento independente (fossa, filtro e sumidouro).
  • É obrigatório o uso de caixa de gordura na saída da pia da cozinha?
Sim. Os resíduos de gordura resultantes da lavagem de louça podem entupir a rede coletora de esgoto e para evitar isso deverá ser implantada a caixa de gordura, e realizada sua limpeza periodicamente.


Maiores informações entre em contato com o Serviço Autônomo de Água e Esgoto pelos seguintes canais:

Rua Ângelo Perillo, nº 15, Centro - Lagoa da Prata-MG - CEP: 35590-000
PABX: (37) 3261-3400 | 0800-283-3340 | 195 | 115
 
Voltar
Serviço Autônomo de Água e Esgoto
Rua Ângelo Perillo, nº 15, Centro - Lagoa da Prata-MG - CEP: 35590-000
CNPJ: 18.423.582/0001-84 - Inscrição Estadual: Isento
PABX: (37) 3261-3400 | 0800-283-3340 | 195 | 115
Ir para o Topo
iSoluçõesWEB - Desenvolvimento de Websites